topbella

8 de março de 2014

22 de novembro de 2011

7 coisas

Jaíce, minha irmã linda, fez e me indicou:

7 coisas que pretendo fazer antes de morrer
- Mostrar meu diploma pra painho e mainha :)
- Visitar um outro país (queria conhecer Veneza)
- Fotografar uma história
- Ajudar na cura ou tratamento de alguém
- Fazer uma GRANDE  descoberta
- Me casar
- Filhos

7 coisas que mais digo

- Te amo!
- Queta, moss!
- Tá bom, amor! (rsrs..)
- Otacílio...
- É brinks! (kkk...)
- Ai que saudade!
- Quero ir embora!

7 coisas que  faço bem

- Escutar
- Amar
- Ser chata
- Me arrepender do que eu falo
- Querer o que não posso ter (rs..)
- Reclamar
- Ter boa vontade em ajudar

7 defeitos meus 
 - Ser chata
-Reclamar demais
- Falar demais
- Ter pouca ambição 
- Falta de pontualidade
- Pessimismo
- Preguiça

7 qualidades minhas 

- Sinceridade
- Lealdade
- Simplicidade
- Inocência (é sempre bom ter um pouco)
- Alegria
- Companheirismo
- Bondade

7 coisas que amo
- Minha família
- Otacílio
- Dormir, dormir, dormir...
- Abraçar e beijar o meu amor ;)
-  Férias
- Viajar
- Como tudo fica bem com o tempo




Quem eu desafio:


:)



8 de junho de 2011

Namorado,

É com muita felicidade que lhe dispenso um tempinho para escrever breves palavras.
É que às vezes é pouco dizer no telefone, num recado, numa mensagem...
É que você me traz tanta alegria, tanta felicidade..
É que é tão bom ter pra quem ligar quando chego em casa cansada de faculdade, de gente estranha, de estar longe de casa..
É que me sinto tão sortuda quando lembro que tenho você, que você é tão meu...
É que dói tanto quando lembro que não posso te ver todo dia, que tenho que esperar pra te ver, te abraçar, te beijar...
É que quando penso em você sonho alto, sorrio sozinha, me derreto toda de felicidade...
É que me derreto mais ainda quando tá pertinho, me dengando, me cuidando...
É que sinto que um pedaço meu vai também quando te vejo ir...
É que é tão bom quando me liga só pra dizer que me ama... é tão bom!

Namorado, queria te pedir uma coisa: Fica comigo pra sempre?!

28 de março de 2011

É ele que eu amo.

É dessas coisas que a gente espera a vida toda mas nem imagina quando vai acontecer. Ele (res)surgiu em minha vida pra gente começar a construir nossa história. Fez eu me apaixonar, me fez amar. Descobri que tudo que eu tinha era dele. E ia ser pra sempre. Só fiz entregar. Lá se foi meu coração, meus sonhos, meus planos... pras mãos de quem era dono por direito.
Ele foi uma luz fazendo a minha vida brilhar. Cada dia um gosto novo de vida, um olhar diferente sobres as coisas, uma distinta percepção do que é existir. E algum tempo depois tudo só funcionava se ele estivesse perto. Ele se tornou meu complemento.
O sorriso sincero, aconchego. O abraço gostoso, calor. O olhar carinhoso, cuidado. O beijo doce, amor. Era tudo que eu precisava. E estava ali pra mim.
Coração. Ele fez minha vida mudar totalmente. Acho que de alguma forma tinha que ser assim, pois nossas vidas se encaixaram tão bem, como se nunca estivéssemos separados.
Chorinho, denguinho, lagriminha... tudo de chato é pequenininho com ele. E cada pequeno gesto é a mais grandiosa demonstração de amor.
Hoje eu sei que é com ele que eu quero estar pra sempre. E é com ele que eu quero construir tudo que iremos ser.




Ele disse assim:



"É difícil encontrar o amor de verdade. O amor é fiel em todas suas ações, em todos os pensamentos. Amar é ser altruísta, empático, e se dedicar sempre.  Quando encontramos o amor da nossa vida, o futuro não faz sentido sem nosso complemento, porque amar é completar, é compartilhar todos os planos

Encontrei o meu amor no momento em que estive mais perdido, quando nem ao menos eu pensava em encontrá-la. Ela surgiu com uma luz a iluminar a minha vida, para sempre. O meu amor é a coisa mais linda. Ela tem o controle do meu coração. Não tem como não amá-la, é automático, é instantâneo, para sempre."



Te amo, Otacílio Neto! 





28 de abril de 2010

Sol

Acordar de manhã, cabelo nas alturas, jaleco embolado na bolsa, monte de papel sem organizar...
O fone do telefone embolado no canto da cama, o carregador ainda na tomada, o mosquiteiro me atrapalhando levantar.
Olhar Jai dormindo, ouvir painho gritando: "Dodó!" e de não querer fazer barulho pra mainha não acordar.
E tomar café e comer pão ou sair sem comer de acordar atrasada, rs...
Calçar não mais o All Star preto desbotado, com coração desenhado, mas a sapatilha bonita de mocinha.
Saudade do sol de 6:30h saindo pra FG...
Do quintal fresco, chão de terra, do pé de manga, dos pés de oiti, do varal, da calçada.
E o sol lá tão lindo olhando pra mim!

[E o sol que eu tento rabiscar nas minhas manhãs daqui...!]

5 de abril de 2010

Eu já quero férias!

Eu que sinto saudade de tudo lá em casa tô aqui morrendo de sono e sem querer assistir mais um semestre de aulas desgastantes de Bioquímica... 
Queria esquecer Histologia, Anatomia como se eu nunca fosse precisar. 
E deixar até minha querida Biologia de lado pra estar em casa de novo, antes da hora.
E queria estar perto de mainha pra contar como foi o dia. E painho pra eu pirraçar e depois rir de tudo junto.
Perto de Jai, em quem descobri mais um valioso presente de Deus, que me faz uma falta que dói. E perto de Pê que me faz melhor.
E esquecer o rosto doendo toda hora que lembro do quão longe estou de "lá em casa".
Se isso tudo aqui não fosse meu futuro, com certeza era lá que eu estaria agora.
Ah, meu sonho era poder me acomodar e ficar ali pra sempre.
Eu seria mais feliz agora, nessa tarde de segunda-feira...
O que conforta é que uma partezinha da felicidade deles depende de mim... e com certeza, não irei privá-los disso.


Saudades sem fim, painho, mainha, Min, Pê, amigos e o povo todo.!

23 de fevereiro de 2010

Dói...

Tá entalado na garganta...!
Mais uma despedida e Jai fala: "Jó faz todo mundo chorar!" rsrs...
Eu nem consigo segurar... nem é pra chamar atenção. É porque a cada despedida fico pensando na vida.
Passa um filme na cabeça e as lembranças tomam conta. Aí, não tem jeito: os olhos mergulham-se em lágrimas e eu já não posso segurá-las.
Me vem todos os momentos divertidos, os que me fizeram ficar com raiva, os que me fizeram felizes, os que me senti importante, os que fiquei com vergonha, os que falei demais, os que magoei alguém, os que eu quis falar, mas não pude.
Vem também momentos que ainda não vivi... Vem a faculdade nova, vem pessoas novas... possíveis amigos, vem situações diferentes, dificuldades, superação, vem saudade, vem  aperto no coração.
E quem é que aguenta?
Então, já tô até acostumada... nem tento mais segurar. 
Fico toda hora pensando como vai ser sem Luísa na faculdade [vai doer muito!], como vai ser sem MAINHA em casa, sem PAINHO pra fazer a salada de rúcula, sem todo final de semana! rsrs... Sem os bolos e o carinho de tia Telma [mainha]...
E ainda me lembro que vou ainda ficar longe de Bitinha, longe de Géo, longe de Laninha... 
Me lembro das últimas férias... tão maravilhosas, com tantos momentos marcantes e de alegria indescritível.
Me dói muito! Mas só dói pela distância.
Me sinto feliz em saber que tenho pessoas tão importantes fazendo parte da minha vida.
Fico feliz por poder ficar mais perto de Li, de [] e por Jai estar indo comigo, e fico rezando pra ser a irmã melhor possível. 

E... ainda bem que existe Infinity!!!

Borboleta.de.Laninha...

Minha foto
Josane
~ Vou voando por aí, doida pra voltar logo ~
Visualizar meu perfil completo